Psicólogos e Psicanalistas – Terapia Online

Tríplice Psicanalítico Psicólogos e Psicanalistas Online

Como tratar a disfunção erétil psicológica

Como tratar a disfunção erétil psicológica é um tópico que tem sido explorado ao longo da história. A Disfunção Sexual Erétil de Origem Psicológica, caracterizada como a “incapacidade de obter e manter uma ereção peniana”, é uma condição que continua a ser um desafio frequente na prática clínica.

Embora a Impotência Psicológica seja uma condição antiga, ela requer uma abordagem cuidadosa e um tratamento específico. No campo da psicologia, a importância da história clínica e do paciente é inegável para o diagnóstico e tratamento de Problemas de Ereção Relacionados a Causas Psicológicas.

Este artigo se propõe a explorar as várias abordagens psicológicas para tratar a Dificuldade Erétil de Natureza Psíquica, com o objetivo de fornecer uma compreensão mais profunda e um caminho para a recuperação.

psicanalista-para-disfuncao-eretil-na-psicologia
psicanalista-para-trataemento-da-disfuncao-eretil-na-psicologia

O que é a disfunção erétil psicológica? Como tratar a disfunção erétil psicológica

A disfunção erétil (DE) é caracterizada pela dificuldade persistente ou recorrente em obter e manter uma rigidez peniana suficiente para uma relação sexual satisfatória. No contexto brasileiro, o Distúrbio de Ereção de Fundo Psicológico afeta significativamente a população, atingindo homens com mais de 18 anos até homens entre 40 e 70 anos.

Embora a muitos dos casos de Disfunção Erétil, tenha uma origem orgânica, é crucial destacar que aspectos psicológicos desempenham um papel significativo nas Complicações Eréteis Relacionadas a Fatores Mentais. Mesmo quando impulsionada por causas físicas, a Disfunção Erétil frequentemente envolve componentes psicológicos devido ao impacto negativo sobre as relações interpessoais, o humor e a qualidade de vida.

A disfunção erétil de origem psicológica ou Disfunção Erétil de Origem Psicogênica se manifesta quando um homem encontra desafios em atingir ou sustentar uma ereção suficiente para uma atividade sexual completa. Este quadro é classificado como psicológico quando não há substrato orgânico identificado que justifique a incapacidade erétil ou a impotência sexual.

homem-sentado-na-cama-preocupado-em-Como-tratar-a-disfuncao-eretil-psicologica-

Qual a Diferença entre Disfunção Erétil Psicológica e Física

A disfunção erétil física surge quando existe um problema de saúde subjacente que afeta a habilidade de um homem em obter ou manter uma ereção. Isso pode abranger condições como doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão, doenças urológicas, uso de medicamentos, doenças subjacentes, ou o consumo excessivo de álcool ou drogas.

Por outro lado, a disfunção erétil psicológica ou Dificuldades de Ereção Associadas a Causas Psíquicas ocorre quando um homem é capaz fisicamente de ter uma ereção, mas barreiras de natureza psicológica estão impedindo esse processo.

Diversas causas psicológicas podem contribuir, como quadros de ansiedade, elevados níveis de estresse, traumas pós-acidentes, medos ligados ao fracasso sexual e à possibilidade de humilhação, padrões estéticos exagerados, perda da libido, conflitos emocionais e amorosos, baixa autoestima e o uso de pornografia, além de casos anteriores de abuso sexual, entre outros.

Em algumas situações, um homem pode enfrentar tanto uma condição física quanto uma questão emocional simultaneamente, ambas contribuindo para a disfunção erétil. É crucial ter em mente que há ajuda disponível para homens lidando com essa condição, seja por meio de tratamento médico para problemas físicos ou terapia para questões psicológicas. Seja qual for o caso, a abordagem integrada pode proporcionar soluções eficazes.

Como-tratar-a-disfunção-erétil-psicológica

Como saber se a disfunção erétil é psicológica?

A dificuldade de ter uma ereção, conhecida como disfunção erétil (DE), pode ter origens variadas, sendo por vezes desafiador identificar se é de natureza física ou psicológica. Alguns sinais podem sugerir a Disfunção Erétil a causas psicológicas, facilitando o entendimento da situação.

Sinais de Disfunção Erétil Psicológica:

  1. Ereções Matinais Normais: Alguns estudos apontam que Homens com Disfunção Erétil psicológica geralmente mantêm ereções matinais normais, indicando que o corpo é capaz de ter ereções, mas algo interfere durante o ato sexual.
  2. Resposta a Estímulos Não Sexuais: A Disfunção Erétil psicológica geralmente não prejudica a capacidade do homem de ter ereções em resposta a estímulos não sexuais, como fantasias ou imagens eróticas.
  3. Sinais de Ansiedade e Estresse: Ansiedade e estresse podem contribuir para a Disfunção Erétil Psicológica. Avalie se há sentimentos de ansiedade ou estresse, especialmente relacionados à vida sexual.
  4. Presença de Traumas ou Baixa Autoestima: Traumas sexuais, eventos traumáticos e baixa autoestima podem impactar a confiança e o desempenho sexual, influenciando a ocorrência de Disfunção Erétil Psicológica.
  5. Dificuldades no Relacionamento: Problemas de comunicação, falta de confiança ou outros conflitos no relacionamento podem afetar a vida sexual e contribuir para a Disfunção Erétil Psicológica.
  6. Ausência de Outros Sintomas Físicos: Se não há outros sintomas de condições que afetam o fluxo sanguíneo, como diabetes ou hipertensão, a Disfunção Erétil pode ter origem psicológica.
  7. Busca por Ajuda Profissional: Consultar um médico urologista ou psicólogo é crucial para obter um diagnóstico preciso. Exames físicos e avaliações psicológicas ajudarão a determinar a causa da Disfunção Erétil.

terapia online banner 2

Outras Considerações acerca de Problemas de Ereção de Cunho Psicológico:

  • A Disfunção Erétil Psicológica pode ser um sintoma de condições psicológicas, como depressão ou transtorno de ansiedade.
  • O tratamento da Disfunção Erétil Psicológica é através da terapia

Como tratar a disfuncao eretil psicologica 1 2

O Impacto da Pornografia, Sexo Virtual e Isolamento Social na Disfunção Erétil Psicológica. Como tratar a disfunção erétil psicológica

Em um mundo cada vez mais digital, muitos homens se deparam com desafios que podem afetar a saúde sexual de maneiras inesperadas. O consumo excessivo de pornografia, a busca por satisfação através do sexo virtual e o isolamento social podem desencadear uma série de consequências, incluindo a disfunção erétil psicológica.

  1. Pornografia e Expectativas Irreais: A pornografia, facilmente acessível online, muitas vezes retrata situações irreais e corpos perfeitos. O constante consumo desse conteúdo pode levar a expectativas inatingíveis na vida real, causando ansiedade e pressão psicológica.
  2. Sexo Virtual e Desconexão Real: O sexo virtual, embora ofereça uma forma de intimidade aparente, pode criar uma desconexão emocional com a realidade. A busca por prazer através de interações digitais pode resultar em dificuldades para se envolver emocionalmente em relacionamentos físicos, impactando a saúde sexual.
  3. Isolamento Social e Impacto na Saúde Mental: O isolamento social, agravado por fatores como a pandemia, pode contribuir para sentimentos de solidão e depressão. A saúde mental desequilibrada está diretamente ligada a problemas de ereção, uma vez que o bem-estar psicológico é essencial para a função sexual saudável.
  4. A Ansiedade de Desempenho: A combinação desses fatores pode gerar ansiedade de desempenho sexual. A pressão para corresponder às expectativas, a falta de experiência emocional real e a ansiedade causada pelo isolamento social podem desencadear a disfunção erétil de origem psicológica.

É crucial reconhecer que a saúde sexual está intrinsecamente ligada ao equilíbrio emocional e ao estabelecimento de conexões genuínas. Encontrar um equilíbrio saudável no consumo de conteúdo sexual, cultivar relacionamentos reais e buscar apoio emocional são passos fundamentais para prevenir e lidar com a Disfunção Erétil Psicossomática.

Marcar-Atendimento-Com-Um-Psicanalista-Em-Fortaleza
tratamento-psicológico-para-tratar-a-disfunção-erétil-psicológico

Como tratar a Disfunção Erétil Psicológica

Imagine um iceberg, com apenas a ponta visível na superfície. A disfunção erétil em jovens ou em homens mais velhos, é como essa ponta, apenas um sintoma de um problema mais profundo submerso no oceano da mente. É nesse oceano que a terapia individual navega, desvendando as causas e abrindo caminho para tratar a disfunção erétil psicológica ou a impotência causada por ansiedade.

O tratamento para a disfunção erétil psicológica visa curar o que está por trás da:

  • Ansiedade: A ansiedade, como um tubarão, ronda o homem, criando pensamentos negativos e atrapalhando a performance sexual. 
  • Baixa autoestima: A baixa autoestima, como uma névoa densa, obscurece a imagem masculina e mina a confiança. A terapia ajuda a fortalecer a autoestima e a construir uma visão positiva de si mesmo.
  • Traumas: Traumas do passado, como correntes, prendem o homem no presente. A terapia o ajuda a lidar com esses traumas e a se libertar de suas amarras.
  • Estresse: O estresse, como uma tempestade, agita a mente e o corpo, dificultando a ereção. A terapia ensina técnicas para controlar o estresse e encontrar momentos de paz.
  • Depressão: A depressão, como um mar escuro, afoga a libido e a alegria. A terapia ajuda a trazer a luz de volta à vida do homem.
  • Vício em Pornografia: A pornografia se apresenta como algo atraente e prazeroso, prometendo felicidade e satisfação. Mas, na verdade, é como uma armadilha que te prende em um mundo de ilusão.

Navegando em busca da cura da Disfunção Erétil Psicológica

  • Terapia individual: Você terá um espaço seguro para explorar seus sentimentos e pensamentos sobre a sexualidade, sem julgamentos.

A terapia individual não é uma pílula mágica, mas sim uma jornada de autodescoberta e transformação. Através da terapia, o homem pode:

  • Compreender as causas da disfunção erétil: O que está acontecendo no seu mundo interior que está afetando sua vida sexual?
  • Desenvolver habilidades para lidar com a ansiedade e o estresse: Como manter a calma e a confiança em situações sexuais?
  • Melhorar a comunicação com o parceira(o): Como falar abertamente sobre seus sentimentos e necessidades sexuais
  • Construir uma vida sexual mais saudável e prazerosa: Como explorar novas possibilidades e encontrar o que realmente te dá prazer.

Quando se trata de questões íntimas, como a disfunção erétil, é vital reconhecer a importância da saúde mental. Nesse sentido, a psicologia desempenha um papel crucial no entendimento e tratamento dessa condição. Por isso, recomenda-se explorar recursos educacionais, como livros sobre Disfunção Erétil na Psicologia, que podem te ajudar a lidar com a situação.

É importante lembrar que a terapia é um processo individualizado, e o tempo de tratamento varia de pessoa para pessoa. O comprometimento com a mudança e a disposição para navegar em busca da cura são fundamentais para o sucesso do tratamento

Ao final da jornada, o homem poderá finalmente se libertar das amarras da disfunção erétil e navegar livremente pelos mares da satisfação sexual.

Como tratar a disfuncao eretil psicologica 4

Perguntas Frequentes sobre como tratar a disfunção erétil psicológica

O que é disfunção erétil psicogênica?

Disfunção erétil psicogênica refere-se a dificuldades de ereção causadas por fatores emocionais, como estresse ou ansiedade, sem causas físicas

É possível reverter a disfunção erétil Psicológica?

Sim, é possível reverter a disfunção erétil psicológica com sucesso através de terapia, abordando causas emocionais e melhorando a saúde mental.

Qual o tratamento para quem broxa?

O tratamento para quem enfrenta dificuldades de ereção (broxar) envolve diagnosticar a causa. Se for psicológica, é possível reverter com terapia.

Quem tem disfunção erétil sente desejo?

Sim, quem tem disfunção erétil pode sentir desejo. A disfunção afeta a capacidade física, não o desejo, que é único para cada pessoa e independente da disfunção erétil.

Disfunção erétil psicológica também afeta os jovens?

Sim, a disfunção erétil psicológica pode afetar jovens. Fatores emocionais como ansiedade podem impactar na ereção, independentemente da idade.

728x300 E Gratis

Dicas da Psi para Como tratar a disfunção erétil psicológica

Em um mundo onde a pressão do cotidiano e as expectativas sociais muitas vezes se entrelaçam com a intimidade, é comum que homens enfrentem desafios relacionados ao que causa disfunção erétil psicológica.

Nesse cenário, a orientação de uma psicóloga pode ser um farol, oferecendo não apenas soluções práticas, mas também insights valiosos para cultivar uma saúde sexual equilibrada e uma conexão emocional sólida.

Neste contexto, exploraremos algumas dicas fundamentais que a Psicóloga Lorena Sá fornece a você, visando não apenas evitar a disfunção erétil, mas também promover uma abordagem para o seu bem-estar psicológico, emocional e sexual.

Comunicação Aberta:

  • Diálogo com a parceira(o): É importante ter uma conversa aberta e honesta com a parceira sobre a vida sexual, seus gostos e desejos.
  • Expressar sentimentos e necessidades: Compartilhar sentimentos e necessidades com a parceira(o) pode ajudar a reduzir a ansiedade e melhorar a intimidade.
  • Criar um ambiente seguro e acolhedor: É importante criar um ambiente seguro e acolhedor para a experimentação sexual, sem pressão ou expectativas. Dialogar antes para saber se o outro também está disposto as mesmas situações.
  • Autoestima Positiva: Desenvolver uma autoimagem positiva contribui para a confiança e a autoestima. É fundamental trabalhar aspectos específicos da autoconfiança, incentivando práticas que promovam o amor próprio e o reconhecimento das próprias qualidades.

Foco no Prazer:

  • Exploração sensorial: Experimentar diferentes formas de toque e estimulação pode ajudar a aumentar o desejo sexual e a facilitar a ereção.
  • Concentração no momento presente: É importante se concentrar no momento presente e nas sensações físicas, em vez de se preocupar com o desempenho.
  • Falar sobre a intimidade e as expectativas. Uma comunicação aberta e honesta cria um ambiente onde ambos os parceiros se sintam à vontade para expressar suas necessidades e desejos, reduzindo a pressão e a ansiedade
  • Quebra de Tabus: Abordar questões culturais ou sociais que possam criar tabus em torno da sexualidade é crucial. É importante desmistificar essas ideias, promovendo uma visão mais saudável e realista sobre a sexualidade.

Lembrando que cada pessoa é única, e as abordagens podem variar de acordo com as necessidades individuais. Somos uma clínica de psicologia e temos psicólogos e psicanalistas online que oferecem tratamento e estratégias específicas e personalizadas para o seu caso.

Lembre-se, a disfunção erétil psicológica tem cura, basta você começar o seu tratamento através da terapia.

Quero falar com um Psicólogo(a)

Escanear o código
Open Chat

Ficou com alguma dúvida? Basta deixar um comentário 🙂

Psicóloga Lorena SáPsicóloga

Lorena Sá, psicóloga clínica e fundadora do site tríplicepsicanalitico.com, destaca-se por sua atuação na área da psicologia, oferecendo informações e suporte por meio de seu trabalho clínico e plataforma online.

Referencias: COUTINHO DE SOUZA, Eduardo Andrade Dias; JULIO JUNIOR, Helce Ribeiro; SCHIAVINI, João Luiz; DAMIÃO, Ronaldo. Disfunção Erétil: Diagnóstico e Tratamento.

FRANÇA, Cassandra Pereira. Disfunções Sexuais: Clínica Psicanalítica. 1. ed. São Paulo: Editora, 2005.

Quem leu esse artigo também se interessou por:

Deixe um comentário

Abrir bate-papo
1
Escanear o código
Olá
Podemos ajudá-lo?
Como estabelecer limites na relação conjugal? Como colocar limites na sogra Como dar limites aos pais